Procon divulga lista de sites para evitar na Black Friday 2018

A menos de 10 dias da Black Friday, que acontece no dia 23 de novembro, o Procon de São Paulo divulga a lista dos sites que devem ser evitados pelos consumidores. Neste ano, 419 empresas estão na chamada "lista suja". Confira a lista.

Para criar a lista, o Procon leva em consideração os sites que tiveram reclamações de consumidores registradas junto à instituição, que foram notificados e não responderam ou não foram encontrados.

Dos 419 registros de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ou de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) fiscalizados, 252 empresas estão com o endereço eletrônico fora do ar e 167 têm sites ativos.

A lista foi organizada em ordem alfabética pelo nome fantasia da empresa. Segundo o Procon, também é possível alterar a ordem da busca clicando no título da coluna.

Clique aqui para saber quais são os 419 cadastros da "lista suja" do Procon-SP
Como já temos uma série de promoções acontecendo na "pré-Black Friday" ou que acontecerão na “Black Week”, é muito importante que a lista já esteja disponível. Antes da compra online, lembre-se de verificar a legitimidade da loja, cheque o prazo do frete e a disponibilidade do produto divulgada pelo e-commerce.

Confira também nossas 7 dicas de como comprar com segurança na Black Friday. Aproveite para usar canais como o Reclame Aqui e o Proteste para saber qual é a opinião dos usuários sobre determinadas lojas. Assim, durante a Black Friday, você poderá fazer suas compras tranquilamente.

Fonte: Olhar Digital | 14/11/2018

Desenvolvido pela TBrWeb
Endereço:    Rua Marechal Floriano 1028, Vacaria RS | Fone 54 3232.1033