PIS/Pasep pode ser consultado através de aplicativo no celular

O Ministério do Trabalho divulgou, na última semana, o calendário de pagamento do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) ano base 2017 e alguns questionamentos foram feitos pela população, como a consulta do saldo e as formas de saque. A equipe de O SÃO GONÇALO procurou ontem, então, a Caixa Econômica Federal (CEF) para esclarecer as principais dúvidas dos trabalhadores.

O trabalhador pode descobrir, por exemplo, se tem direito de receber o PIS/Pasep usando o celular. Para isso, é necessário baixar o aplicativo “Caixa Trabalhador”, compatível com os sistemas Android e IOS.

Após a instalação, o trabalhador precisa inserir o número do Número de Identificação Social (NIS) e clicar em “Acessar”. Logo em seguida, o aplicativo irá dizer se o trabalhador tem direito ou ao abono salarial.

Entretanto para saber o valor que será recebido, o trabalhador precisará cadastrar uma senha, o que pode ser feito no próprio aplicativo, na aba “cadastrar senha”.

Detalhes do PIS - De acordo com a Caixa Econômica Federal, para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possui Cartão do Cidadão e senha cadastrada deve se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica.
Já quem não possui o cartão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa Econômica, mediante apresentação de documento de identificação.

Detalhes do Pasep - Já no caso do pagamento do Pasep, liberado pelo Banco do Brasil (BB), o trabalhador deve verificar se já houve depósito em conta, respeitando o calendário de pagamentos. Caso não tenha sido realizado, deve procurar uma agência do BB com documento de identificação.

Critérios básicos - Para ter direito ao benefício, é necessário ter trabalhado, com carteira assinada, durante pelo menos 30 dias em 2017, com renda mensal média de até dois salários mínimos.

Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados declarados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). O valor do benefício é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior.

Calendário - De acordo com o calendário divulgado na semana passada, quem nasceu entre julho e dezembro, receberá o benefício ainda neste ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, o pagamento será realizado somente no primeiro trimestre de 2019.

Fonte: osaogoncalo.com.br | 31/07/2018

Desenvolvido pela TBrWeb
Endereço:    Rua Marechal Floriano 1028, Vacaria RS | Fone 54 3232.1033